logo

Seja Bem-Vindo(a)

Utilizamos diversos tipos de terapias energéticas manuais, cursos e palestras visando melhor qualidade de vida para nossos clientes e parceiros.

Segunda à Sexta das 9:00 às 18:00

(41) 4101.7008 | (41) 99687.5938

Rua Brigadeiro Franco, nº 1017 - Centro

Nos siga nas redes sociais

Topo

Os semelhantes ou os opostos se atraem?

Jardins Espaço Terapêutico / Sintonia Quântica  / Os semelhantes ou os opostos se atraem?

Os semelhantes ou os opostos se atraem?

Muitas teorias e também o senso comum afirmam com convicção que os

opostos se atraem, como se fossem um imã com polos positivo e negativo. Positivo e

negativo não tem a ver com conceitos de bem e mal em relação a personalidade, mas

com energia de atração, segundo esta ideia. Para afirmar isso temos que levar algumas

questões em consideração!

O que são opostos? Questão de gênero? Masculino e feminino? Se levarmos

em conta que um dos dois gêneros é positivo e o outro negativo e ambos se atraem

estaremos entrando num determinismo extremamente odioso. Se mantermos este

pensamento estaremos desprezando as questões homoafetivas em que ambos os

parceiros são do mesmo gênero. Esta prerrogativa de gênero cai por terra mais uma

vez se olharmos questões que estão surgindo atualmente de crianças e adultos que

não se adequam ao corpo que nasceram e fazem o trabalho de readequação, ora,

vamos partir do princípio que em termos de gênero a pessoa nasça masculino, mas se

sente feminino, qual o polo verdadeiro desta pessoa, o gênero ou a personalidade?

Vamos partir do principio que os semelhantes se atraem a questão referente a

heterosessualidade cai por agua abaixo dando maior crédito a questão de

homossexualidade, mas também descarta a possibilidade de disforia de gênero, onde

gênero e personalidade divergem.

Nesta linha de pensamento vamos analisar mais uma questão, as pessoas se

atraem por questões karmicas…

Não vamos nos aprofundar aqui, existem outros momentos para isso, mas

afirmo com toda certeza que karma já não existe a muito tempo e as decisões que

tomamos são por conta, risco e principalmente responsabilidade de cada um de nós,

então se nos relacionamos com alguém é pelo simples motivo de estarmos ou não

apaixonados pelo outro, ou como diria Freud, a outra pessoa tem algo de nosso

interesse.

Se o que atrai as pessoas não é a semelhança nem o oposto, muito menos o

karma, então definitivamente é o interesse como diz Freud? Sim, esta é uma

possibilidade, muitas pessoas estão vivendo fora da sua própria energia e de forma

carente e pedante, logo, se aproximam do parceiro para suprir sua carência ou falta de

energia, buscando preencher o vazio que sentem dentro de si. São verdadeiros

vampiros energéticos que sugam, controlam e manipulam o parceiro, e geralmente o

relacionamento termina quando o vampirizado se dá conta e começa a cortar este

canal se sucção. A maioria dos relacionamentos não duram por este motivo.

Mas qual o motivo verdadeiro que atraem a pessoa para um relacionamento

duradouro?

Dentro daquilo que acredito as pessoas se aproximam por sintonia e

frequência.

Os verdadeiros relacionamentos duradouros partem do princípio de sintonia e

frequência, funciona assim…

Quando você quer ouvir uma determinada música você “sintoniza” uma rádio

com música mais lenta ou mais agitada, pois sua “frequência” está mais lenta ou mais

agitada e assim se dá. Se você é uma pessoa mais lenta e sua frequência é esta, uma

pessoa agitada ficará entediada ao seu lado e vice-versa.

Então respondendo a questão colocada, a princípio o que atrai um

relacionamento saudável é a frequência e a sintonia ou ainda, respondendo bem

levianamente pode ser a carência como diria Freud.

Prosperidade, e muitas felicidades.

Paulo Cesar Dorta
Terapeuta

Mestre em Reiki Tibetano, atua como profissional em terapias complementares nas áreas de Sintonia Quântica, Apometria, Florais de Bach e Reiki. Realiza o desenvolvimento e aprimoramento de profissionais terapêuticos e público em geral.

Sem comentários

Poste um comentário