logo

Seja Bem-Vindo(a)

Utilizamos diversos tipos de terapias energéticas manuais, cursos e palestras visando melhor qualidade de vida para nossos clientes e parceiros.

Segunda à Sexta das 9:00 às 18:00

(41) 4101.7008 | (41) 99687.5938

Rua Brigadeiro Franco, nº 1017 - Centro

Nos siga nas redes sociais

Topo

Medo? Pra que?

Medo? Pra que?

Para que possamos viver, livres, prósperos e felizes precisamos nos desapegar de alguns aspectos de nossa vida. Dentre eles, os principais são o medo, o julgamento e a necessidade de querer ajudar os outros, este último é soberba.

Vamos começar pelo medo.

O medo para nós, seres humanos, assim como para outros animais, é importante nos primeiros anos de vida como ferramenta de aprendizado e de manutenção da espécie, isto até os sete anos aproximadamente, depois este sentimento de medo deve ser substituído pela prudência.
O medo nesta fase deve nos ensinar a ter medo do fogo, da faca, de pessoas estranhas, de mexer na tomada, depois que assimilamos estas informações é prudente que mexamos com a faca, é prudente que mexamos com fogo, é prudente que nos cuidemos com pessoas estranhas e energia elétrica.
Todas as vezes que temos medo, ficamos impedidos de tomar uma atitude, não agimos, ficamos parados, isto leva ao pânico que é uma doença. Se agirmos com prudência teremos movimento, atitude, mas com cuidado. A prudência gera reflexão, o medo não, a prudência é racional, o medo emocional, o medo toma nossa liberdade.

A prudência, no principio, nos faz caminhar devagar até nos sentirmos capazes e saber que somos capazes é maravilhoso.

A prudência deve gerar a reflexão de quem somos e onde queremos chegar, sempre!!

É importante destacar que não é porque não temos medo que podemos passar por cima dos outros, isto não quer dizer falta de medo, mas de educação. A prudência coloca a pessoa ao nosso lado, por pior que seja como nosso semelhante, como um SER em processo, em aprendizado que talvez ainda não tenha chegado ao ponto de reflexão que você chegou, a partir desta constatação cabe a misericórdia e o perdão.

A prudência deve ser usada em todos os aspectos da nossa vida, ela nos ajuda a ouvir mais e falar menos, e falar certo na hora certa, a tomar menos atitudes impensadas e que nos farão com que nos arrependamos depois, a prudência nos ajuda em uma discussão, ver todos os pontos de vista e a baixar a cabeça e os ânimos nesta hora.

“Minha sugestão é que daqui para frente ao invés de afirmar “tenho medo disso ou daquilo” e não fazer por medo, que você passe a dizer “é prudente que eu faça isto ou aquilo”, mas faça”.

E seja livre de seus medos, seja próspero dentro da prudência e feliz todos os dias!!!!

Paulo Cesar Dorta
Terapeuta

Mestre em Reiki Tibetano, atua como profissional em terapias complementares nas áreas de Sintonia Quântica, Apometria, Florais de Bach e Reiki. Realiza o desenvolvimento e aprimoramento de profissionais terapêuticos e público em geral.

Sem comentários

Poste um comentário